Total de visualizações de página

terça-feira, 12 de abril de 2011

Faster,Pussycat!KiLL!KiLL!

O que poderia ser dito sobre Russ Meyer?Seus filmes, parafraseando uma famosa citação a respeito da vida, são perversos, brutos e curtos. Discute-se sua ocasional qualidade artística e, algumas vezes, nos pedem para relativizar sua problemática política sexual. Todas as ponderações devem ser tratadas com cautela (como muito de seus filmes, aliás). Faster,Pussycat!KiLL!KiLL!Continua sendo o favorito de algumas pessoas, e não apenas de Jhon Waters, que afirma que é o melhor filme de todos os tempos.
Faster,Pussycat!KiLL!KiLL!(Mais rápido, gatinha! Mata! Mata!) segue as proezas (e bota proeza nisso) de três curvilíneas protagonistas: as corredoras Varla (Tura Satana), Rosie (Haji) e Billie (Lori Williams). Depois de um assassinato relacionado a uma corrida de carros, a equipe se esconde em um rancho nas imediações onde passa o resto do filme planejando como livrar o proprietário de seus bens. A obra garantiu seu lugar no alto da lista de filmes Cult de muita gente por diversas pequenas delícias como a edição criativa e vistosa, a utilização inteligente da fotografia em preto-e-branco, uma trilha sonora recheada de jazz, muitas sugestões no ar. Também agrada por ser um fascinante barômetro das mudanças ocorridas nos anos 60, especialmente no que diz respeito ao próprio cinema.



Nenhum comentário: